A criação está em crise

E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto. (Gênesis 1:31)

 

      Esse tempo de falta de água me fez pensar em como estamos cuidando da criação de Deus, de tudo aquilo que Ele fez e pensou para nós com tanto carinho, cada detalhe. Penso também que a igreja, como "casa de Deus" deve se envolver com esses cuidados com a criação, e nós, como mordomos do Senhor na terra, devemos estar atentos ao cumprir com as nossas obrigações.

 

E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. (Gênesis 2:15)

 

      Muitas pessoas acham que somente o outro é que precisa economizar água, reciclar, reutilizar, limpar, jogar o lixo no lixo, não poluir, enfim, todas as coisas que envolvem esse cuidado com a criação. A igreja deve se envolver de maneira integral com as questões ambientais. A criação é de Deus [Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. (Salmos 24:1)], Ele não a abandonou, e essa criação se manifesta para todos, até para aqueles que não leem ou não creem na Sua Palavra, todos, sem exceção, podem ver as lindas paisagens e usufruir de tudo com liberdade, por exemplo, muitas pessoas vão à praia, relaxar, ver o mar e curtir a areia e a água.

 

      Conhecendo o fundamento bíblico, devemos cuidar do meio ambiente, respeitando os recursos naturais como graça de Deus para nós e minimizando o impacto negativo (consumismo e desperdício).

 

     Um alerta para a igreja: a criação está em crise! Edificações e estradas são construídas de modo a alterar o curso dos rios. As florestas são danificadas sem reposição, afinal o tempo para essa reposição é muito longo, seria muito demorado reflorestar uma área desmatada. A poluição, um caso muito grave, pois afeta de diversas formas o planeta: o ar, a água (rios, lagos, mares), matas, e também outras formas. As alterações climáticas devido às queimadas das matas e também do desmatamento.

 

      Estamos realmente lavrando e guardando o Éden que o Senhor nos deixou?

 

      Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.


Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. (Romanos 8:18-23)

 

    Essas questões todas de preservação são muito complexas e dependem de esforços maiores, como governos, vontade política e mobilização pública de diversas formas, mas com certeza podemos com pequenos gestos ajudar a cuidar da herança que o nosso Pai nos deixou.

 

      Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse, E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus. (Colossenses 1:19-20)

 

Algumas ações simples que podemos colocar em prática e ajudar de pouquinho em pouquinho a preservar o meio ambiente:

  •   Reciclar e reaproveitar tudo aquilo que for possível;

  •   Priorizar a coleta seletiva;

  •   Utilize transporte coletivo sempre que possível;

  •   Não desperdiçar água, em hipótese alguma. Fechar bem as torneiras, não escovar os dentes com a torneira aberta, não lavar o quintal com água limpa (utilizar água da máquina de lavar roupas, por exemplo), etc.

  •  Reduzir o consumo de energia elétrica (o horário de verão contribui para isso, pois temos luz natural até mais tarde);

  •   Ensinar as crianças a amar a natureza e cuidar dela;

  •   Não jogar lixo no chão, na rua ou peça janela do carro;

  •   Não jogar óleo na pia da cozinha ou na rede de esgoto (o óleo pode ser reutilizado para fabricação de sabão);

 

      Essas e outras dicas, provavelmente todos já estejam cansados de saber, mas será que colocamos em prática? Tudo isso nos faz ser um melhor cuidador da criação que Deus fez e deixou para que nós cuidássemos.

 

      No link abaixo você pode ver a Cartilha lançada pela Igreja Metodista sobre fé e sustentabilidade com orientações de como ser um cristão sustentável

 

http://portal.metodista.br/fateo/noticias/cartilha-ambiental-terceira-re

 

Att.:

Natalia Ribas

Membro da IM em Tucuruvi

Celebrações aos Domingos, às 9h e às 19h

Rua Ausônia, 310, Tucuruvi, São Paulo/SP

(11) 2203.8658 | comunicacao.tucuruvi@gmail.com

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon

Jesus te ama

e eu também!

© 2013 by MINISTÉRIO DE COMUNICAÇÃO