Esgotamento Espiritual

Texto base: Lucas 24 : 13-35

 

      No texto de Lucas vemos Cleopas e seu amigo a caminho de Emaús, eles iam falando de tudo aquilo que havia sucedido sobre Jesus, dando ênfase a sua morte, de como os principais sacerdotes e autoridades haviam o entregado a morte. Eles acreditavam que Ele fosse o redentor de Israel pois ouviram e viram as obras de Jesus e estavam prontos para dar sua própria vida por Jesus. Porém agora, que sabiam que Ele estava morto, jogaram fora toda aquela experiência vivida e sonhos que tinham com Jesus.

 

      Nos dias de hoje é comum pessoas que viveram experiências como às dos discípulos de Jesus, se desviarem do evangelho, estamos contemplando uma epidemia de crentes que abandonam as igrejas, pessoas que um dia foram ministros, obreiros, integrantes de ministérios em suas comunidades, compromissadas com o reino de Deus. 

 

      A razão mais comum de abandonarem as igrejas está na discórdia, decepção com  pessoas ou até mesmo com Deus. Talvez por não terem recebido o reconhecimento que julgam merecer. Assim, não aparecem mais na igreja, ficam em suas casas amargurados, cheios de ressentimento vivendo no passado.

 

      Mas há também aqueles crentes que não abandonam a igreja, mas vivem uma fé pequena, se apegam apenas no que um dia Deus plantou em seu coração, vivendo como guardiões do passado, fala-se apenas de como o Espírito Santo atuou em suas vidas, e buscam a cada domingo a cada semana reviver o passado,  mas agora tem vivido uma vida vazia.

 

      Muitos de nós temos vivido, assim, agimos como se o diabo obtivesse a vitória, que o Deus que um dia servimos está morto. Algo lhes sugou a vitalidade, tornando-se espiritualmente exausto, tornando-se pessoas cínicas e negativas, cheias de amarguras e ressentimentos, como se Deus estivesse muito longe sem se importar.

 

      Porém Jesus ascendeu em vitória sobre as potestades do mal, Ele nos prometeu que edificaria sua igreja e que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela, portanto quando vejo a igreja de Cristo se prostrando de forma tão fácil, vejo que há algo de errado.

 

      Surge então a pergunta: Por que as pessoas se esgotam espiritualmente, abandonam as igrejas ou se acomoda a uma vida religiosa tediosa e vazia? Falta de oração? Creio que a oração é algo vital na vida do cristão, mas o esgotamento espiritual é algo mais profundo do que a falta de oração. Então seria a falta de fé?  Precisamos nos alimentar diariamente da palavra e edificar a nossa fé, acredito que muitos crentes precisam voltar às verdades contidas na Palavra de Deus.

 

      Seria fácil se houvesse uma fórmula matemática que evidenciasse qual a causa do esgotamento espiritual, mas a meu ver, o resultado do esgotamento é mais complexo do que imaginamos.

 

      Temos vivido dias de fome espiritual, e não há alimento, as pessoas saem famintas à procura de alimento, e se deparam com um evangelho falso e tanto legalismo.

 

       A palavra de Deus não traz peso, ela traz paz, ela liberta, o evangelho é poder de Deus para a salvação. Como está escrito na palavra de Deus  “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. Mt 11. 28-30

 

     Poderíamos trocar a palavra - Cansados por Esgotados Espiritualmente. A religião pode trazer um esgotamento espiritual, porém, Jesus está afirmando que Ele é a palavra, que a aceitação do jugo dEle é descanso. Como o apostolo Paulo diz: “Sou prisioneiro de Cristo”, ser prisioneiro do Senhor é ser livre.

 

       Creio que seja isso que tem acontecido com aqueles discípulos, eles não mais acreditavam no Cristo vivo e sim num Cristo morto, que havia sido vencido, eles deixaram que os “ruídos” desse mundo como a religiosidade, o pecado, o legalismo de satanás, dinheiro, fama, preocupações, doenças do corpo e da alma e tantas outras coisas os “cegassem” trazendo o esgotamento espiritual.

 

      Hoje há muitos irmãos feridos nas igrejas e você pode ser um desses, que está exausto das energias espirituais, magoado, ferido ou mesmo esteja sentindo um sentimento de culpa e desespero ou ainda pode ser também que você não esteja passando por isso, mas você esteja vendo seus irmãos e irmãs dessa maneira.

 

      O Espírito Santo convida os que estão passando por isso, como os que observam o sofrimento, a redescobrir a imensidão do amor e da graça de Deus e se permitir a agir pela fé, e reconhecer nossos erros e pecados do passado e permitir que Deus, em sua imensa graça nos restaure e renove o relacionamento com Ele.

 

        O Senhor deseja ter o controle das nossas vidas e que descansemos nEle, e deixemos que Ele tome conta do nosso futuro.  O amor de Deus nunca falhou e nunca falhará, Ele é fiel e poderoso para nos libertar e restaurar dessa situação de frieza espiritual, cabe a nós entregar a Ele e deixá-lo agir em nossas vidas.

 

    Que Deus nos abençoe sempre e que possamos nos prender cada vez mais nesse Deus, para que sejamos verdadeiramente livres!

 

Carolline Nery

Membro da IM em Tucuruvi, esposa do Pr. Rodrigo e mãe dos gêmeos, Luisa e Felipe.

Celebrações aos Domingos, às 9h e às 19h

Rua Ausônia, 310, Tucuruvi, São Paulo/SP

(11) 2203.8658 | comunicacao.tucuruvi@gmail.com

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon

Jesus te ama

e eu também!

© 2013 by MINISTÉRIO DE COMUNICAÇÃO