“Não podemos lançar mão do arado e olhar para trás. Lc 9:62 - Mas Jesus lhe replicou: Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus.”

 

      No contexto desta passagem, temos Jesus em peregrinação por Samaria, onde um seguidor em certo momento lhe disse: “Senhor, te seguirei por onde quer que vá”. Jesus então declara: “As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.” 

 

      Então Jesus diz a um outro: Segue-me! O mesmo respondeu a Jesus para que o deixasse primeiro ir enterrar o seu pai. Jesus o repreende, falando que os mortos sepultem os mortos, mas que ele é convidado a pregar o Reino de Deus. 

 

      Por fim Jesus declara: “Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.”

 

      Em nossos dias, muitos estão se achegando às igrejas, acompanhando cultos pela televisão, rádio, internet. O número de Cristãos Evangélicos sobe a cada dia, segundo o IBGE, este numero pode chegar a 25% da população ou seja, ¼ dos brasileiros. Nos anos 80, não passavam de 7%. Isto é um crescimento muito expressivo.

 

      O que chama também a atenção é a grande rotatividade de cristãos, que acabam circulando pelas igrejas, ou seja, entram, ficam um tempo e abandonam ou circulam entre outras igrejas e nunca se firma em um lugar.

Na passagem de Jesus, adverte, que os seus expectadores não terão lugar no Reino de Deus, apenas aqueles que se tornam parte de sua família, do seu trabalho.

 

      O simples fato de estarmos dentro das igrejas, não quer dizer que estamos cumprindo seu chamado e são muitos os que começam sua jornada com Jesus, mas acabam abandonando ou deixando em segundo plano. Muitos estão ainda dentro das igrejas, mas por pura religiosidade, achando que dentro da igreja, cumprindo um ritual, estão sendo dignas de serem recebidas no Reino de Deus.

 

      O que pode estar acontecendo então em todos estes casos?  

 

Tradicionalismo / Religiosidade

      Muito estão dentro das igrejas apenas como uma rotina ou um ritual, “vou a igreja, pois minha família é desta igreja a tantas gerações”. “Vou a casa do Senhor..” achando que Deus mora dentro de edificações feitas por mãos humanas...

 

Prisioneiros do Passado 

      Começam bem no caminho com Jesus, mas quando surgem as dificuldades, começam a olhar para trás e se rendem a vida de pecado novamente, de caminhos mais largos, de uma vida sem muito compromisso.

 

Caçadores de recompensas

      São aqueles que se achegam ao evangelho para obter algo, uma bênção, um emprego melhor, uma cura, dinheiro, relacionamentos, enfim, buscam em primeiro lugar estas coisas, e “usam” a Jesus como fonte para conseguir tudo o que desejam. Estes logo abandonam a fé ou mudam de igreja quando percebem que o Reino de Deus não funciona deste jeito.

 

      No Reino de Deus, deixamos de uma vez, a velha vida que tínhamos, nos tornamos novas criaturas, deixamos o “velho homem” e prosseguimos para o alvo.

 

      Na passagem de Filipenses isto fica muito claro:

“Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão” (Fp 3. 13).

 

      Jesus está chamando a todos para caminhar junto com Ele, viver coisas sobrenaturais, experiências fantásticas, revelações que somente quem vive na intimidade com Ele sabe. O cotidiano nos desvia a atenção do caminho com Jesus.

 

      E como seguir a Jesus verdadeiramente?

• Uma vida devocional;

• Uma vida de oração;

• Uma vida de adoração, como estilo de vida;

• Sendo grato a Deus, declarando que tudo o que temos vem Dele;

• Declarar todos os dias, que Ele é o Senhor e Salvador de nossas vidas;

• Tendo uma vida equilibrada e saudável, que condiz com a palavra, sendo retos de caráter e puros de coração. 

• Amar ao próximo, não por sentimentos, mas por um mandamento que deve ser maior do que aquilo que achamos ou pensamos.

 

      Portanto Deus nos chama todos os dias a vivermos uma vida de intimidade e comunhão com Ele, e isso começa aqui na terra. 

 

Rodrigo de Paiva Nery

Pastor Acadêmico na IM em Tucuruvi

SEGUE-ME!

Celebrações aos Domingos, às 9h e às 19h

Rua Ausônia, 310, Tucuruvi, São Paulo/SP

(11) 2203.8658 | comunicacao.tucuruvi@gmail.com

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon

Jesus te ama

e eu também!

© 2013 by MINISTÉRIO DE COMUNICAÇÃO