Sinais da volta de Cristo

      O homem olha assustado para face de sua esposa. Testa franzida, expressão de dor. Esperaram muito por este momento e ele chegou. Durante nove meses, perceberam os sinais de algo especial que agora está prestes a acontecer.

 

      A barriga crescendo, os enjoos. O desejo de comer coisas estranhas em horas inoportunas. Durante as últimas semanas, dores sem fim. A princípio leves e espaçadas. Agora, porém, terríveis e frequentes. Sinais “estranhos” de que algo muito bom está para acontecer.

 

      O mesmo acontece com a história deste mundo. Sinais “estranhos” acontecem à nossa volta, e indicam que algo grandioso vai acontecer. A natureza grita. O comportamento humano denuncia: Jesus está voltando! Estamos prestes a vivenciar o acontecimento mais extraordinário da história!

 

      Embora a Bíblia não mencione uma data para a volta de Cristo (Mateus 24:36), ela aponta sinais que indicam a proximidade desse grande evento. Para entendermos esses sinais, a Bíblia nos apresenta pelo menos três ilustrações muito didáticas:

 

Você conhece a relação entre a árvore, a grávida e o ladrão? A Bíblia explica facilmente:

 

- A figueira: Aponta para a proximidade da volta de Cristo: “Aprendei, pois, esta parábola da figueira: quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas essas coisas, sabei que ele está próximo, às portas” (Mateus 24:32, 33);

 

- Mulher grávida: Indica que os sinais se intensificam, ficam mais frequentes e garantem a certeza do acontecimento: “como as dores de parto àquela que está grávida; de modo nenhum escaparão” (1 Tessalonicenses 5:2-4);

 

- O ladrão: Aos despreparados, Jesus virá de modo repentino: “Porque vós mesmos sabeis muito bem que o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite. Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição” (1 Tessalonicenses 5:2-4).

 

Mas você deve estar se perguntando... Quais são os sinais da volta de Cristo? Eles se apresentam nas seguintes áreas:

 

POLÍTICA
- Guerras e terrorismo (Mateus 24:6, 7);
- Corrupção e ganância (Tiago 5:1-4).

 

NATUREZA
- Terremotos (Mateus 24:7);
- Escurecimento do Sol e Lua “em sangue” - 19/05/1780 (Mateus 24:29; Apocalipse 6:12);
- Queda das estrelas - 13/11/1833 (Mateus 24:29, Apocalipse 6:13);
- Grandes calamidades (Lucas 21:10, 11).

 

RELIGIÃO
- Falsos cristos e falsos profetas (Mateus 24:24);
- Falso reavivamento espiritual (Apocalipse 13:13, 14);
- A pregação do evangelho eterno (Mateus 24:14, Apocalipse 14:6-12).

 

SOCIEDADE
- Fome e epidemias (Lucas 21:11);
- Maldade no coração e nas ações do ser humano (2Timóteo 3:1-4).

 

Se você analisar historicamente cada um desses sinais, perceberá que eles se harmonizam inteiramente com as três metáforas acima (a árvore, a grávida e o ladrão). Eles estão se intensificando cada vez mais, indicando a brevidade do retorno de Jesus. A seguir estão alguns exemplos:

 

- TERREMOTOS: Fazendo um breve comparativo: no século 19 ocorreram 41 grandes terremotos, diferentemente do século 20, quando houve mais de 100 grandes terremotos. Em janeiro de 2010, um terremoto no Haiti matou cerca de 200 mil pessoas, mesmo número estimado pelo tsunami causado por um terremoto nas redondezas da Indonésia em dezembro de 2004.

 

- GRANDES GUERRAS: Calcula-se que cerca de 60 milhões de pessoas, entre militares e civis, morreram nas duas grandes guerras mundiais, número absurdamente maior que no século anterior, o século XIX.

 

- FOME: Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), existe hoje quase um bilhão de pessoas cronicamente desnutridas no mundo.

 

- CRISE DE "FÉ": Embora a Bíblia ensine sobre a existência de apenas dois caminhos - o certo e o errado, hoje existem cerca de 35.000 religiões cristãs que pregam coisas discrepantes da Palavra de Deus.

 

- MALDADE NO CORAÇÃO: Segundo um estudo, no Brasil, nos últimos 25 anos, ocorreram 794 mil homicídios, o que representa um crescimento de 5,6% nesse mesmo período. A tendência é que esses números aumentem a cada dia.

Se você observar com cuidado, perceberá que vivemos justamente no tempo do fim. Os sinais estão se cumprindo e vivemos no último capítulo da história. Jesus está voltando! Você deseja se preparar para este dia? Ore a Deus e diga isso a Ele. Jesus ainda não voltou, pois está esperando por você.

 

Com Estimas

Willian Rocha